9 de março de 2011

Aprendendo dirigir...




Hoje vou postar sobre minha primeira experiencia no volante! Vou contar uma historinha triste, mas que muitas (e muitos!) tem, sentem, já tiveram ou sentiram: MEDO. 

Quando eu tinha uns 16 anos, na flor da idade, adolescente, levemente desajuizada (brincadeira!!! Sempre tive juízooo!!! rsrs), afoita, destemida, dirigir era meu maior sonho. Mas justamente pelo fato do juízo, comecei a trabalhar cedo e não tive mais tempo disponível para iniciar minhas aulas práticas. O tempo foi passando, fiz 18 anos – hora de tirar a carteira de habilitação! Mas a grana sempre muito curta, acabei optando por fazer faculdade primeiro (viram como sou ajuizada?! rsrs). Os 4 longos anos se passaram, me formei e chegou a verdadeira hora de tirar a minha CNH. Fiz matricula, aulas práticas, aquele cursinho, teste teórico, e por fim o teste prático. Passei gente! Passei de primeira!!! Medalha de Honra ao Mérito pra mim!!! rsrs...

Mais uma vez, os anos se passaram, e nunca dirigi na vida. A fase da menina destemida passou, comecei a trabalhar em Sampa, vendo o transito diariamente, e o medo chegou.
Minha carteira de habilitação tinha quase 6 anos de vida e eu nunca tinha dirigido! Aos quase 30 anos nas costas, comecei a ficar apavorada por não saber dirigir e meu marido (na época era noivo ainda), vendo meu desespero, se ofereceu me ensinar. Mas gente: é muito difícil uma pessoa que sabe dirigir, ensinar outra! Toda vez que ele tentava me ensinar, acabava em briga. Não dava certo. 

Pois nesse inteirim, tive o prazer de ir num aniversário de criança e do nada, fiz amizade com uma moça muito legal. Ela me incentivou muito, me encorajou tanto, que eu voltei a ter aquela confiança que estava perdida, lá na adolescencia. Até ofereceu ajuda! Me passou seu telefone, para eu ligar quando quisesse dar uns rolês por aí. Estava disposta a me ensinar a dirigir! Agradeci o convite. E no dia seguinte, acordei decidida: resolvi telefonar numa auto-escola para habilitados. 

Comecei a fazer aulas com uma instrutora muito bacana, que me deixa muito segura, muito confiante e já estou nas pistas! Ontem foi minha primeira tentativa sozinha >> visitei a sogra! rs.. Fui muito bem e me sinto orgulhosa!
Esses dias estava lendo na net sobre aulas de volante e encontrei esse artigo. Achei muito interessante tanto para quem está aprendendo e principalmente para quem tenta ensinar. Vejam:

“Você está ensinando ou de carona com quem está aprendendo a dirigir? Então leia este post, por favor!

Uma das principais queixas de quem está aprendendo a dirigir é a falta de paciência dos motoristas mais experientes quando vão ajudá-los. Gritos, estresse, xingamentos e outros episódios dentro do carro acabam acontecendo e deixando o aprendiz ainda mais nervoso. Dirigir pode parecer fácil demais para quem tem prática, mas vamos a algumas dicas que podem ajudar:

- Quando estiver ajudando a alguém a aprender a dirigir seja calmo, paciente, não grite. Se vc fala e o aprendiz não entende, tente dizer a mesma coisa de outra forma, com exemplos do cotidiano, quem sabe a pessoa entenda melhor a sua explicação.

- Não xingue, não grite, não ofenda, não "diminua" o aprendiz, dizendo que ele não nasceu para dirigir, que nunca vai conseguir ou outras coisas deste tipo. Se vc está nervoso porque o aprendiz não consegue entender o que vc diz, lembre-se que ele está mais nervoso ainda porque está aprendendo, porque ainda não domina o carro e porque está diante de um condutor mais experiente que ele. Pedir desculpas depois não adianta: já feriu, já magoou, já deixou a pessoa prá baixo, com a auto-estima na lona. Acredite: isso não ajuda em nada. Coloque-se no lugar da pessoa que está aprendendo prá ver como vc se sente! 

- Se vc estiver ensinando seja mais paciente, seja tolerante, tente mudar sua explicação. 

- Não existe só uma maneira certa de dirigir: cada um tem o seu estilo. Então, saiba respeitar o outro. Não tente fazer do motorista que está aprendendo a dirigir um clone seu. 

- Lembre-se que quem está aprendendo te convidou prá ensinar porque tem uma imagem sua de motorista ideal, vc pode ser o melhor motorista que essa pessoa conhece. Ela te considera como motorista, acredita em você, confia em você. Sinta-se honrado, não traia essa confiança com gritos e xingamentos. O processo de aprendizagem pode até regredir. 

- Pessoas da família podem ajudar bem mais que o instrutor de autoescola porque tem a confiança do aprendiz, o seu respeito. Os aprendizes sentem-se mais seguros com você do lado. Tente ser calmo. Se vc é pavio curto agradeça o convite para ensinar e indique outro. 

- Ajude, colabore, coloque a pessoa prá cima. Dê estímulos positivos, lhe proporcione confiança, segurança nas palavras e nos sentimentos. 

- Não desconte o seu nervosismo em cima de quem mais espera a sua ajuda, de quem está nas suas mãos. Emocionalmente, principalmente.” (Fonte: http://thesys.blog.uol.com.br/)”

É isso, gente!

Bora pras ruas? rsrs...

Beijos,
Camiss.

16 comentários:

  1. Camys...

    ..nunca é tarde pra aprender e retomar.
    A minha tinha resolveu dirigir com 60 anos e hoje ela já tem 70...então, amiga, enfrente o medo e boa sorte. Eu também morria de medo...rsrsrs
    Bjos.
    Lu.

    ResponderExcluir
  2. CAMISS!! Parabéns pelo blog é a SUA CARA!
    PARABÉNS ao quadrado, por finalmente ter tomado a iniciativa de retomar o domínio do volante!! Se vc já está indo visitar a sobra sozinha é porque ja esta bem confiante. Amiga fico muito orgulhosa! E agora vc ta me devendo varias caronas que eu vou cobrar! hahahaha
    BEIJOSS!

    ResponderExcluir
  3. É isso ai, agente tenque enfiar as caras.... Eu estou com a permissão ainda e até já dirigi em estradas... Mas agente não tenque dar ibope pro marido. Um dia eu queria ir de um lugar de são bernardo pra outro, passando pelo paço, ai pensei... pô se eu tenho carro pra que vou de busão?.. e lá fui eu falar com o marido... ele me disse que eu não tinha experiência pra isso e me falou um monte, eu virei as costas e entrei no carro.... só ouvi a frase: A responsabilidade é sua!!! (é claro que é minha, isso eu já sei) fui embora... confesso que com medo pq se desse merda... nossa eu ia ficar com a cara no chão... Mas foi tudo bem.. e até hoje dirigo e nem ligo pra opinião dele... se dependesse dele eu ainda estava dando voltas no quarterão!

    Amei o blog.. virei fã...

    Beijos Ágatha

    ResponderExcluir
  4. Aee, Camis. Primeiro, parabéns pelo blog, está muito legal. E depois parabéns pela iniciativa de dirigir. Lembre-se que cada dia é uma etapa vencida, então continue assim e logo logo já será uma "pilota de fuga" kkkk. Continue contando suas experiências.

    Um beijo,

    Vanessa Forti

    ResponderExcluir
  5. E ai filhota, que bom que esta saindo por ai. Mas eu deixei voce dirigir uma vez com acho 12 anos, lembra, foi um barato.
    Quanto ao que escreveu, e verdade, no Brasil as pessoas achao que sao todas disipulas de Airton Senna, mas na verdade a rua e um bem comun, e e tal maneira se deve respeitar o espaco dos outros no transito, mas essa e uma questao que vai demorar muito a se cumprir ai na terra dos "pilotos".
    Beijo. Use sempre o cinto, viu!!!

    ResponderExcluir
  6. Ca, parabéns, vou espelhar-me no seu exemplo e olha que já há algum tempo (bota tempo nisso) passei dos 30 que vc está agora e ainda não dirijo. Várias intercorrências semelhantes às que relatou e o principal: não tenho carro. Mas chego lá também. Seu post incentivou muito.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Camis, passei e estou passando por este dilema, qdo fiz 18 anos meu pai me deu presente carteira de motorista, fiz tudo, teste teorico,aulas práticas e qdo chegou teste prático,eu DESISTI,sentia muitoooooooooo medo, e pensei deixa para lá. agora nos meus 30 preciso e necessito de um carro, então começei a tirar carta de novo, confesso que já pensei em desisitr, mais não vou, essa minha meta para 2011!!! Parabéns para você!!!Bjs
    Cyntia

    ResponderExcluir
  8. Desistir??? Jamais! Obrigada à todas pelo carinho e força. Beijos, Camiss.

    ResponderExcluir
  9. Oi Cá..
    Fico muito feliz que agora está dirigindo...
    é muito bom não é...
    Eu no início que tirei a carta, isso qdo eu fiz meus 18 anos.. era doida para dirigir, mas demorei para pegar o carro.. tinha um certo medo tbm.. mas passou!!! Tive muito icentivo do Ricardo na época meu amigo e hj meu esposo..

    Sei que hoje não vivo sem carro, inclusive ele me deu meu primeiro carro zerinho em agosto do ano passado.. nossa!!! eu fiquei mega feliz!!!

    é isso aí amiga... que sabe um dia nos encontramos aí nas ruas.. rsrs..

    Um beijo grande...!!!

    \

    ResponderExcluir
  10. Camis, força na peruca e vamo que vamo...
    Só o fato de vc não atropelar o tio do sorvete já está de bom tamanho.
    Realmente é muito difícil, depois que eu estava com a minha carteira de motorista na mão eu fiquei perdida, com medo e insegura.
    O meu marido me ensinou com muita paciência, tomando remédio para a pressão e pedindo a Deus e deu certo eu aprendi, não posso dizer: nossa como sou uma motorista, mas dá para quebrar o galho. O meu problema é para estacionar, aff... eu acho que vou levar 2 cabos de vassoura comigo no porta-malas e quando for estacionar eu faço igual na auto-escola o que vc acha?
    Beijos...

    ResponderExcluir
  11. Hahahaha, ai Tatty só você mesmo víu! Adóóóroooo! Obrigada pela força! Qualquer palavra de carinho, é um incentivo muito válido nesse momento. Muito, muito, muito obrigada! Beijocas, Camiss.

    ResponderExcluir
  12. Logo vai estar super motorista, é como aprender a escrever... Beijos e Boa Sorte!

    ResponderExcluir
  13. Camisss para começar adorei seu blog!!!
    ótimas dicas, é gostoso de ler, acabei me identificando com várias coisinhas...
    mas esse post!O QUE É ISSO?parece que fui eu quem escrevi rsssss me incentivou viu!sempre quis fazer aulas para habilitados mas nunca fiz, sempre falam que é $$ jogado fora, mas vc me indica então? sou amiga da Roberrrrta e ela sabe do meu dilema viu!rsss mas iremos superar e logo estaremos nas pistas por ai..rs eu estava superando na verdade, já estava dirigindo sozinha, mas ai vendi o carro por necessidades maiores, e não consigo pegar o carro de outra pessoa, nem do meu noivo nem do meu pai.. "trauma" quando iniciei na vida de motorista aos 18aninhos tb não tinha medo, dirigia o carro do meu pai:bati! pois é nada grave, mas uma situação hiper chata com o dono do outro carro sabe, e isso meio que "me trava" ... mas vou comprar outro carrinho e te conto depois!rsss beijokas Silvia!japinha

    ResponderExcluir
  14. Silviaaaa querida, obrigada pelo carinho! Respondendo a sua pergunta: sim! Contrate um instrutor! Vale muitooo a pena e não é dinheiro perdido nãooo! Vc se sentirá mais segura! Não precisará fazer muitas aulas, pq vc já sabe dirigir! É só para perder o medo mesmo. Tenho certeza que logo estaremos rindo juntas disso tudo! Obrigada por me acompanhar aqui! Beijocas e força na perucaaa!!! rs. Camiss.

    ResponderExcluir